Serasa Acusada de Vazamento de Dados em Ação Civil! Saiba mais

Em um episódio alarmante, a Serasa se vê no centro de uma grande polêmica devido a um vazamento de dados. Confira a seguir quem pode ter direito à indenização.

0

A preocupação com a segurança de dados digitais tem se intensificado globalmente. O Brasil também vem enfrentando desafios significativos nesse campo.

Em um episódio alarmante, a Serasa se vê no centro de uma grande polêmica devido a um vazamento de dados ocorrido em 2021, afetando aproximadamente 223 milhões de brasileiros, incluindo dados de pessoas já falecidas.

Entenda o que aconteceu e os desdobramentos deste vazamento, inclusive se pode pedir indenização a seguir!

Ação Conjunta contra a Serasa Exige Justiça

Serasa Acusada de Vazamento de Dados em Ação Civil! Saiba mais
Serasa Acusada de Vazamento de Dados em Ação Civil! Saiba mais (Fonte: Creative Commons – Reprodução Google)

O Ministério Público Federal (MPF), em parceria com o Instituto Sigilo, iniciou uma ação civil pública contra a Serasa, demandando uma multa astronômica de mais de R$ 200 milhões. Esta ação surge em resposta ao extenso vazamento de dados que comprometeu a privacidade e segurança de milhões.

Leia mais: NOTÍCIA BOA: Aumento de R$92 é Liberado para os Beneficiários do INSS – Veja Detalhes!

A Serasa é acusada de infringir a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) ao expor indevidamente informações pessoais, além de alegações de venda e comercialização desses dados na internet.

Exigências do MPF:

  • Uma indenização de R$ 30 mil para cada cidadão impactado pelo vazamento.
  • Uma multa significativa à Serasa, podendo chegar a 10% do seu faturamento anual, não inferior a R$ 200 milhões.
  • A responsabilização da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) por sua aparente omissão no controle e prevenção desse vazamento.

A Serasa já enfrentou condenações em ações movidas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) por práticas semelhantes, mas aparentemente continuou a comercializar informações pessoais.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Medidas Requeridas:

  • Notificação imediata aos cidadãos afetados pelo vazamento.
  • Divulgação das falhas de segurança e das medidas corretivas adotadas.
  • Implementação de políticas robustas de segurança da informação e cessação do compartilhamento indevido de dados.

Leia mais: Atenção: Quanto devo pagar de INSS para receber 2 salários? Confira

Ação da ANPD e Posicionamento da Serasa

A ANPD é pressionada a finalizar o processo administrativo contra a Serasa, assegurando a adequada proteção dos dados pessoais dos brasileiros.

Contrapondo as acusações, a Serasa alega sua inocência no incidente, apresentando documentos que, segundo ela, comprovam a segurança de seus sistemas. A empresa defende que não houve invasão em seus sistemas nem evidências de vazamento de dados.

Leia mais: Atenção: Pagamento Melhor que 14º Salário é liberado pela Caixa – Veja quem terá direito

Alegações de Venda de Dados

O Instituto Sigilo acusa a Serasa de comercializar informações sensíveis, incluindo dados de consumo e históricos financeiros, sem o consentimento dos indivíduos, elevando o risco de fraudes e violações de privacidade.

Enquanto o caso se desenrola, o Instituto Sigilo avança com o lançamento de um site para registro de consumidores que buscam indenização da Serasa pelo vazamento. O caso promete estabelecer um precedente importante para a proteção de dados no Brasil.

A procuradora Karen Louise Jeanette Kahn destaca a gravidade do vazamento, reforçando a necessidade crítica de proteger dados pessoais e a responsabilidade das empresas e entidades reguladoras.

O embate entre o MPF, Instituto Sigilo, e a Serasa sublinha a urgência de medidas eficazes para a segurança da informação e a proteção da privacidade dos cidadãos no ambiente digital.

Veja Também:

SAIU AGORA: APOSENTADOS e FAMILIARES de FALECIDOS podem receber R$30.000,00 – VEJA quem tem DIREITO! (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias. Então clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.