Carência INSS: Conheça os Benefícios que Não Requerem Espera!

Carência do INSS: o que é o tempo mínimo de espera para obter os benefícios previdenciários? Descubra a seguir.

0

Você sabia que cumprir o período de carência do INSS pode fazer toda a diferença para conseguir inúmeros benefícios previdenciários? Mesmo que haja casos específicos em que a carência não é necessária, e períodos que não são contados para esse requisito, é muito importante entender o que essa exigência significa.

Entender a importância do período de carência é crucial para garantir seu acesso a aposentadorias, auxílios e outros benefícios oferecidos pelo INSS. Continue lendo para descobrir quais benefícios do INSS não exigem carência.

O que é o período de carência?

Descubra quais benefícios do INSS não pedem período de carência mínima.
Descubra quais benefícios do INSS não pedem período de carência mínima. (Fonte: Edição/Jornal JF)

Primeiramente, o período de carência é o tempo mínimo de contribuições mensais ao INSS que você precisa cumprir para ter direito aos benefícios previdenciários.

Pode-se comparar isso ao conceito de carência em um plano de saúde. Assim como é necessário esperar um tempo mínimo para usar serviços como consultas, exames e cirurgias em um plano de saúde, no INSS, é preciso ter contribuído por um tempo mínimo para ter acesso a certos benefícios.

Leia mais: URGENTE! SUSPENSÃO dos CONSIGNADOS para Aposentados e Pensionistas INSS 2024 – Entenda agora mesmo

Para aposentadorias, muitas delas exigem uma carência mínima de 180 meses. No entanto, é importante notar que a aposentadoria por invalidez, também chamada de aposentadoria por incapacidade permanente, não requer essa carência de 180 meses.

Além disso, a contagem da carência no INSS ocorre em meses. Isso significa que se você começou a trabalhar em uma empresa em 24/01/2022 e saiu em 02/03/2022, sua carência será de 3 meses. Importante ressaltar que não importa o dia exato de entrada ou saída de um emprego, o mês é considerado completo de qualquer forma.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO JORNAL JF pelo WhatsApp

Quais benefícios não exigem carência?

Não é preciso cumprir um período mínimo de carência em vários benefícios do INSS. Na lista a seguir, destacamos alguns casos que dispensam essa exigência de tempo. Você pode conferir essas opções nos artigos 26 e 151 da lei 8.213/1991:

Leia mais: Entenda a Portabilidade do Empréstimo Consignado: Como Funciona e Quem Pode Realizar

  • Pensão por morte;
  • Salário-família;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença e aposentadoria por invalidez em caso de acidente de qualquer natureza, de doença profissional ou do trabalho, bem como nos casos de segurado que, após filiar-se ao RGPS/INSS, contrair alguma doença grave;
  • Salário-maternidade para a segurada empregada (CLT), empregada doméstica e trabalhadora avulsa;

O que fazer se não completei a carência?

Se você ainda não completou o tempo necessário para ter direito aos benefícios, continue fazendo suas contribuições normais ao INSS.

No entanto, existem várias situações que podem fazer com que você precise de mais tempo para se qualificar, tais como:

Leia mais: INPC Anuncia Reajuste de 3,71% para Aposentados que Ganham Acima do Salário Mínimo em 2024

  • Contribuição regular como segurado obrigatório ou facultativo;
  • Pagamento retroativo do INSS, desde que dentro do período de qualidade de segurado e mantendo as contribuições anteriores em dia;
  • Tempo como aluno-aprendiz;
  • Período de trabalho no exterior, em países com Acordo Previdenciário Internacional com o Brasil;
  • Experiência de trabalho informal;
  • Tempo de serviço público, desde que não tenha sido utilizado para uma aposentadoria no próprio serviço público;
  • Período em que recebeu benefício por incapacidade, desde que intercalado com períodos de contribuição ou atividade.

Além disso, é aconselhável procurar a ajuda de um advogado especializado em direito previdenciário para elaborar um plano de aposentadoria.

Por fim, com a orientação desse profissional, será possível avaliar as opções disponíveis para aumentar o tempo que você já contribuiu, garantindo que você receba seus benefícios ou aposentadoria da maneira mais favorável possível.

Veja Também:

Saiu! AUMENTO para APOSENTADOS 2024 – REAJUSTE MÁXIMO R$7.786 para quem GANHA ACIMA do MÍNIMO (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.