Uma guerreira na política: o legado de Regina Gordilho

Conheça a vida e a obra de Regina Gordilho, uma guerreira que lutou pelos direitos das mulheres e minorias.

0

Na última sexta-feira (07), o Brasil perdeu uma de suas mais combativas políticas, Regina Gordilho, aos 91 anos.

A notícia de seu falecimento causou uma grande comoção entre políticos e cidadãos que admiravam seu trabalho e dedicação às causas sociais e políticas.

Gordilho, uma figura pioneira na política carioca, tem deixado um legado inestimável para a cidade do Rio de Janeiro e para o Brasil.

Regina nasceu em Salvador, mas foi no Rio de Janeiro que ela encontrou seu palco político e onde ela faria história.

Desde cedo, impulsionada pelas circunstâncias pessoais trágicas – a perda de seu filho – Regina direcionou sua vida para a arena política.

Dessa forma, sua voz e seus esforços poderiam efetivamente fazer a diferença na vida das pessoas.

Conheça Regina Gordilho e sua história. Boa leitura!

Quem foi Regina Gordilho?

Regina Gordilho atuou como deputada federal e vereadora no Rio de Janeiro (Fonte: Reprodução / Câmara Municipal do Rio)

Em primeiro lugar, Regina Gordilho foi uma vereadora e deputada federal destacada pela sua atuação incisiva e persistente na defesa dos direitos das mulheres e dos mais necessitados.

Leia mais: EMPRÉSTIMO CONSIGNADO: Queda Nas Taxas Favorece Aposentados do INSS

Esse compromisso com o bem-estar social começou a tomar forma significativa após a morte de seu filho, o que a motivou a entrar para a vida pública.

Por que Regina Gordilho é considerada um marco na política carioca?

Em 1989, Regina tomou posse como presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, tornando-se a primeira mulher a ocupar esse cargo.

Leia mais: PROPOSTA DO GOVERNO para Aumento do Salário Mínimo em 2025! VEJA AGORA:

Além disso, sua presidência não foi apenas simbólica; foi marcada por gestões que visavam ampliar a participação feminina na política e fortalecer as políticas de igualdade e justiça social.

Contribuições e legado

Durante seu mandato como deputada federal, Regina não somente presidiu importantes comissões, como também foi ativa nas áreas de defesa do consumidor, meio ambiente e minorias.

Além disso, ela deixou contribuições valiosas como legisladora, sempre focando em leis que oferecessem proteção aos mais vulneráveis e promovessem a sustentabilidade.

No fim de sua carreira política, Regina fundou a Associação dos Parentes e Amigos das Vítimas da Violência, um reflexo, portanto, de seu comprometimento contínuo com as causas sociais e seu desejo de ajudar diretamente aqueles que sofrem violência.

Leia mais: Inter Avança na Busca pela Classificação na Sul-Americana!

  • Lutou incansavelmente pelos direitos das mulheres e minorias;
  • Foi a primeira mulher a presidir a Câmara Municipal do Rio;
  • Fundou uma associação para apoiar as vítimas de violência.

Por fim, a despedida de Regina Gordilho é, sem dúvida, um momento de grande tristeza, mas também é um tempo para refletir sobre seu impacto profundo e duradouro na política brasileira.

Portanto, a trajetória dela permanecerá como exemplo para as futuras gerações de políticos e ativistas que buscam um Brasil mais justo e igualitável.

Veja mais: SENADO acaba de MANIFESTAR sobre VOTAÇÃO IMEDIATA

14 SALÁRIO INSS: SENADO acaba de MANIFESTAR sobre VOTAÇÃO IMEDIATA (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.