URGENTE: Daniel Alves é condenado à prisão na Espanha por estupro! Confira

Julgamento de Daniel Alves resultou em sua condenação a uma pena de quatro anos e seis meses de prisão por estupro.

0

O Tribunal de Barcelona, na Espanha, condenou o jogador de futebol Daniel Alves a uma pena de quatro anos e seis meses de prisão por estuprar uma mulher de 23 anos em uma boate da cidade.

Após cumprir a pena, ficará sob liberdade vigiada por cinco anos, com proibição de se comunicar ou se aproximar da vítima.

O crime aconteceu em dezembro de 2022, poucos dias após sua participação na Copa do Mundo do Catar com a seleção brasileira. A juíza Isabel Delgado Pérez proferiu a sentença no dia 22, e cabe recurso.

CLIQUE AQUI e receba nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp.

Daniel Alves Condenado por Estupro: Tribunal emite sentença após investigação

URGENTE: Daniel Alves é condenado à prisão na Espanha por estupro! Confira os detalhes chocantes dessa sentença e as repercussões desse caso (Fonte: Flickr)
URGENTE: Daniel Alves é condenado à prisão na Espanha por estupro! Confira os detalhes chocantes dessa sentença e as repercussões desse caso (Fonte: Flickr)

No tribunal, Daniel Alves compareceu por volta das 10h (6h no Horário de Brasília). Além dele, estavam presentes durante o anúncio da sentença Ester García, advogada da vítima, Inés Guardiola, responsável pela defesa de Daniel Alves, e a promotora Elisabet Jiménez.

Os magistrados concluíram que o jogador “agarrou abruptamente a denunciante, a atirou ao chão e, impedindo-a de se mexer, a penetrou pela vagina”, considerando a falta de consentimento e o uso de violência.

A resolução também destacou que “para caracterizar agressão sexual, não é necessário que haja lesões físicas ou provas de oposição por parte da vítima à relação sexual”, ressaltando que “no presente caso, há evidências de lesões na vítima, indicando claramente a existência de violência para forçar sua vontade, seguida de acesso carnal confirmado pelo acusado”.

Leia Mais: Dino vai tomar posse no STF HOJE (22) – Confira suas ações antes de assumir o cargo

Tribunal determina pena de prisão

Após avaliar o depoimento da vítima e outras evidências apresentadas, o tribunal concluiu que a denúncia foi considerada verídica.

A coerência e persistência da denunciante ao longo da investigação foram cruciais para os magistrados. Além disso, houve corroboração periférica suficiente para sustentar a versão da vítima sobre a penetração vaginal não consensual.

Daniel Alves, que mantém sua inocência, permaneceu em prisão preventiva por 13 meses e continuará detido durante o processo de apelação.

O julgamento de Daniel Alves se estendeu por três dias, terminando em 7 de fevereiro.

Daniel Alves expressou emoção intensa durante o julgamento, alegando estar sob efeito de álcool, mas negou que a relação tenha sido coercitiva.

Leia Mais: Sabrina Sato confirma romance com Nicolas Prattes

Desdobramentos no Caso Daniel Alves

A defesa de Daniel Alves tentou argumentar que ele estava embriagado no momento do crime, visando a possível redução de sua pena.

No entanto, o tribunal rejeitou essa alegação, destacando que não houve comprovação do impacto do álcool em suas capacidades mentais.

O Ministério Público espanhol solicitou uma sentença de nove anos de prisão, mas esperava-se uma condenação de até seis anos.

A defesa compensou a Justiça com um pagamento de 150 mil euros como forma de mitigar a pena e assumiu os custos do processo.

Durante o período de detenção, Daniel Alves mudou sua versão sobre o caso várias vezes e teve pedidos de liberdade negados, com a Justiça temendo fuga.

Recentemente, surgiram relatos de que ele teria planejado uma fuga para o Brasil, enquanto seu estado emocional preocupava as autoridades locais, levando a medidas de prevenção contra o suicídio na prisão.

Leia Mais: Kung Fu Panda 4 tem lançamento marcado e ganha novo pôster

O Caso Daniel Alves: A Denúncia e as Reviravoltas

A denúncia contra Daniel Alves surgiu em 31 de dezembro de 2022, quando a mídia espanhola revelou que o jogador estava sendo acusado de agressão sexual a uma jovem na boate Sutton, em Barcelona, na noite anterior.

O atleta brasileiro, que estava no México para a temporada de 2023 com o Pumas, optou por voltar voluntariamente a Barcelona com sua esposa, Joana Sanz, para prestar depoimento pela primeira vez.

Inicialmente, ele negou qualquer conhecimento da mulher que o acusava. No entanto, devido a inconsistências em seus relatos à Justiça e ao risco de fuga do país, a juíza Maria Concepción Canton Martín ordenou sua prisão em 20 de janeiro.

O Centro Penitenciário Brians 2 deteve Daniel Alves, e o Pumas anunciou sua demissão após a prisão.

Leia Mais: Novidade no INSS: Governo vai antecipar 13º Salário em 2024? Confira Agora!

Veja também: URGENTE: GOVERNO confirmou AUMENTO para aposentados!

URGENTE: GOVERNO confirmou AUMENTO para aposentados! VEJA VALORES e se VOCÊ será IMPACTADO! (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal no YouTube e assista.